Saiba como escrever a sua primeira fanfiction

saiba como escrever sua primeira fanfiction

O número de fanfictions tem crescido nos últimos anos, e isso é um excelente sinal para o início de carreira de vários escritores. Se você está com vontade de escrever a sua fanfic, mas não sabe como, leia esse post que eu irei te auxiliar nesse processo.

Ultimamente tenho lido tanta fanfic, que acabei percebendo tantos outros erros feitos pelos autores. Levando em consideração que a maioria está começando a escrever, é realmente compreensível que não tenhamos ali um texto de qualidade.

Contudo, alguns autores parecem ter preguiça de escrever uma narrativa de boa qualidade.

Se você está lendo esse post, então eu o parabenizo, pois é sinal de que você não deseja ser um escritor preguiçoso.

E por isso irei te dar dicas valiosas para que a sua primeira fanfic seja de boa qualidade.

Vamos la?

Toda história precisa de um planejamento

Planejar a história não significa que você saberá o que irá escrever em cada capítulo. Vamos com calma. Essa etapa inicial é basicamente para clarificar qual o tema central da sua história, principalmente o começo, meio e final dela.

Essa é a estrutura dos 3 atos.

Entenda que toda narrativa o personagem principal irá começar no ponto A e no final irá parar no ponto Z. Ele vivenciará algo que o fará mudar, seja essa mudança boa ou ruim. Queremos que no final da história, o seu protagonista já não seja mais o mesmo. Nem que seja uma mudança bem pequenina.

Por isso é importante definir o começo da história, Escreva como é a vida do seu personagem, como ele se comporta, como é sua personalidade e suas relações com os demais personagens. Em seguida, descreva essas mesmas coisas só que definindo o final da história. Então, as compare.

Veja as diferenças e determine quais situações o seu protagonista terá de vivenciar para que ele chegue à esse ponto final.

Conheça a cultura da obra original da qual irá se basear

Essa dica é essencial para quem curte animes e mangás, pois a maioria dessas obras originais se situam no Japão. Não sei vocês, mas para mim é bem nítido a diferença cultural se comparada com a dos brasileiros.

Esses dias li uma fanfic do Boku no Hero, e os personagens tinham personalidades condizentes à cultura brasileira, e não japonesa. Dificilmente um japonês irá falar tão abertamente sobre o sexo, ou sobre sua vida sexual, como nós fazemos por aqui. A cultura social é muito diferente, e conseguimos perceber isso só de ver essas obras originais.

Sendo assim, antes de escrever sua fanfic pesquise bem sobre a cultura dos personagens. Se a história irá se passar na Coréia do Sul, Japão, Estados Unidos, pesquise a cultura deles antes de escrever. Pois a cultura molda a nossa personalidade.

Basta pensar sobre o padrão de beleza, por exemplo. Cada país tem o seu padrão, e muitas pessoas passam dificuldades psicológicas para entrar nesse padrão, que é apenas algo culturalmente social e não uma necessidade de saúde. A cultura impacta nossa vida, molda nossa forma de agir com as outras pessoas, nossos objetivos de vida, tudo.

Sendo assim, não tenha preguiça de pesquisar sobre a cultura. Quer falar sobre sexo? Então pesquise como as pessoas daquele país lidam com o assunto.

Evite a narrativa acelerada

A narrativa acelerada é o maior mal das fanfics. Fica nítido a ansiedade do autor em chegar nos finalmente. Chega a ser uma mistura de erros, onde vemos que o autor quer nos contar certas coisas sobre a rotina do personagem, ao mesmo tempo que deseja ir para o que deseja.

Por exemplo, quando o personagem acorda, toma banho, toma seu café da manhã e vai para a escola. Não há necessidade de contar para o leitor tudo o que o personagem faz antes de ir para a escola. Você pode ir direto ao que interessa.

Outro ponto da narrativa acelerada é fazer as coisas acontecerem muito depressa. Por exemplo os personagens se dão conta que estão apaixonados um pelo outro, e logo em seguida estão namorando. Pula todo o processo do romance que muitos leitores gostam de ler. Sem falar que já deixa todos com um pé atrás de algo ruim irá acontecer.

Uma dica de ouro que eu dou à você é: foque nas informações que realmente são necessárias para a sua história. Sejam essas informações descrição do quê seu personagem está fazendo ou do que ele está pensando.

Defina o seu narrador

Já comentei aqui uma vez sobre a impressão que eu tive ao ler fanfics em que o narrador não é definido. Mas primeiro, irei apresentá-los à você.

  • Narrador em primeira pessoa: o narrador é o próprio personagem.
  • Narrador em segunda pessoa: o narrador é o leitor, como se ele fosse o protagonista da história.
  • Narrador em terceira pessoa: o narrador é um personagem que não participa da história, mas sabe o que acontece.

Geralmente as fanfics transitam entre o narrador em primeira pessoa para o de terceira pessoa. Isso é errado. Uma vez definido o seu narrador, foque nele até o final. Ficar transitando passa a impressão de que você não sabe como passar as informações ao seu leitor.

Uma dica que dou para quem for escrever em primeira pessoa, evite a troca excessiva. Já vi fanfics que trocava a narração à cada parágrafo. Para o leitor isso fica cansativo e pode deixá-lo confuso. Recomendo que dedique um capítulo para um personagem, e o outro para o segundo personagem (caso a sua história seja um romance).

Evite também repetir a narração da mesma cena. Por exemplo a cena de beijo, não há necessidade de você descrevê-la sob o ponto de vista dos dois personagens. Um só é o suficiente.

Porém, você também pode fazer a narração em primeira pessoa de um personagem só em toda a história. Sem trocar. Isso também é possível, e seu leitor agradece.

Evite o excesso de cenas hot

Caso não saiba, cenas hot são as cenas de sexo explícito. Muitas fanfics fazem sucesso por causa delas, porém um leitor voraz não irá gostar da sua fanfic se ela girar em torno somente do sexo. Se você quiser ser escritor, tem que saber equilibrar o sexo e o enredo.

Já li fanfics que haviam mais de uma cena hot em todos os capítulos. Da metade da fanfic em diante comecei a pular todas elas, e pasmem o enredo em si quase não era trabalhado.

Em gêneros como o omegaverso esse é um cuidado extremo. O omegaverso pode ser explorado para além do cio dos personagens.

A vida não é somente sexo. O seu personagem não irá se desenvolver somente com isso. Somente quem está com a cabeça cheia de hormônios irá dizer que a fanfic é boa. Um leitor voraz quer uma história, e não um pornô.

Cenas hot em romances são mais profundos do que se imagina. É um relacionamento, querendo ou não. Isso quer dizer que há sensações, emoções e sentimentos que ambos os personagens precisam explorar. E isso vai além do prazer. Um dos temas que mais combinam com cenas hot é o personagem tenta identificar seus sentimentos. “Estou com ele por que o amo, ou por algo casual e sem compromisso?”.

Além disso, tome muito cuidado na hora de escrever sua cena hot. Há alguns temas que precisam de conhecimento por parte do autor para serem abordados, como o caso de fetiches sexuais.

Revise a sua história

Escritor não pode ter preguiça, principalmente na hora de revisar a sua história. A revisão pode ser feita em duas etapas:

  • Gramatical e ortográfica;
  • Revisão de plot.

A primeira pode ser feita assim que termina de escrever o capítulo. Se tiver dúvidas de como se escrever uma palavra, pesquise. Caso perceba que repetiu uma palavra com frequência, busque por um sinônimo ou mude a sua frase. Tenha cuidado com uso de gírias e marcas de oralidade durante a narrativa, mantendo-os apenas em diálogos e mensagens de textos dos personagens.

A segunda revisão pode ser feita quando sua história estiver completa. Pois o começo, meio e final foram definidos, e você terá a visão geral da história. Retire cenas que não são necessárias, adicione as que são, corrija as incoerências e demais problemas na narrativa.

Uma coisa que ajuda na segunda revisão são os comentários dos seus leitores. Veja se há algum que dá ideia de alguma cena que pode entrar na história.

Tome cuidado com os parágrafos

Há autores que fazem parágrafos gigantescos, e isso cansa o leitor. Principalmente quando estamos lendo pelo celular. Acreditem, eu também já cometi esse erro.

Para ter uma noção, um parágrafo pode ter em média 10 linhas. Essa é uma regra que eu sigo, desde que fiz o meu TCC na faculdade. Minha orientadora, inclusive, me aconselhava dizendo que quando o assunto mudava, era sinal de que um novo parágrafo era necessário.

Então, você fez um parágrafo explorando os pensamentos do se personagem, e em seguida vai narrar o que ele estiver fazendo. Troca de parágrafo. Deixe separado.

Outra dica que dou, uma frase pode ter até 3 linhas. Passou disso, é provável que esteja passando a informação em excesso, ou então falando algo desnecessário. Quando estamos escrevendo, acontece de usarmos muitas palavras para descrever algo tão simples. Sendo assim, releia e veja se está enchendo linguiça.


Leia também


Conclusão

Existe tantas outras dicas para dar, que talvez seja necessário segunda parte para esse post. Uma coisa que quero deixar claro é que escrever uma história não é fácil. Por isso existem tantas técnicas de auxiliam o escritor nessa jornada.

Não é por sua história se tratar de uma fanfic que ela deva ser feita de qualquer jeito. Uma fanfic de boa qualidade pode mudar a sua vida.

Se você deseja ser um escritor no futuro, não pode ter preguiça. Sua criatividade é sua ferramenta de trabalho.

Se quiser receber mais dicas de escrita, te convido a seguir a minha pasta no Pinterest, onde você irá encontrar diversas dicas de escrita.

Links externos

Siga-me no Pinterest!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a autora

Alis Green

Uma bruxa escritora que é viciada em animes. Adora estudar sobre mitologias e história, como também gosta de ler romances regenciais. Quando aprende alguma coisa nova, sempre passa à frente em seus posts.

Leia sobre esses artigos