Bruxaria Caminho da Lua

Animais do Poder: 23 exemplos dos arquétipos

animais do poder

Os animais de poder são espíritos de animais que nos acompanham, compartilhando conosco sua sabedoria e medicina. No post de hoje, irei te explicar brevemente do que se tratam os animais do poder.

Estudando a bruxaria acabamos por nos deparar com esse termo, animais do poder. Alguns bruxos veteranos até incentivam os novos adeptos á estudarem sobre. Não é para menos, uma vez que trata-se de uma energia que nos auxilia nesse processo de reconexão com a natureza.

Se você não sabe do que se trata os animais do poder, então continue lendo que eu irei explicar para ti.

Animais do poder do ponto de vista Junguiano.

Essa explicação já irá clarificar muita coisa para você.

Carl Jung foi um grande analista que originou uma linha teórica dentro da psicologia. Estudioso, uma de suas teorias mais famosas envolvem os arquétipos e o inconsciente coletivo.

Podemos dizer, de maneira resumida, que Jung defende duas áreas em nosso inconsciente: uma pessoa e outra coletivo. Iremos focar na segunda.

O inconsciente coletivo envolve padrões, experiências e informações que todos nós temos em comum. Na medida em que a humanidade evolui, que aprendemos coisas em conjunto, vamos guardando em nosso inconsciente coletivo e passamos ele de geração em geração.

Pode entender isso como se em nosso inconsciente coletivo houvesse um baú. Todos os humanos conseguem acessar esse baú. E o conteúdo que se encontra nesse baú são chamado de arquétipos.

Esses arquétipos são possíveis de serem notados nas mitologias, por exemplo. É algo que entendemos e identificamos com extrema facilidade. Devo lembrá-los que existem inúmeros arquétipos.

Os animais do poder seriam arquétipos também.

Figuras que carregam um significado simbólico, que quando trazemos para o nosso consciente, acabam por influenciar nossos comportamentos e modos de pensar.


Leia também: Arquétipos de Carl Jung: 14 exemplos para aprendermos | Arquétipos na escrita: como usá-los corretamente


O xamanismo e os animais do poder

Podemos dizer que o xamanismo contém uma estreita relação com os animais de poder. Não somente eles, mas qualquer pessoa de qualquer religião ou filosofia de vida conseguem se conectar á essa energia. Só que de alguma forma, os xamãs são os mais comentados por compartilhar de suas experiências.

Quando há uma situação difícil de ser passada, os xamãs entram em sincronia com o seu animal de poder, para adquirir de sua sabedoria. É como se houvesse um compartilhamento de energia entre ambos, que permite o xamã se conectar com aquilo que busca.

Entende-se da seguinte forma: quero despertar tal energia em mim, então recorro á uma conexão com tal animal de poder para adquirir essa energia.

Mas não entenda mal, o caminho do xamanismo envolve esse trilhar de caminhos em unidade á natureza. Os animais de poder á ela pertencem, o que resulta em também haver essa unidade com os animais. Principalmente por eles serem tratados como uma energia pertencente á mãe natureza.

“Ao pedir a assistência de um Animal do Poder, abrimos caminho para receber as lições que essas criaturas aprenderam naturalmente, e que nós ainda buscamos compreender”.

O xamanismo irá enxergar os animais do poder como energias e consciência primitiva que viveram na natureza, que incorporam os animais.

Qual o objetivo dos animais de poder

Assim como dito anteriormente, essas energias contém sabedoria que nós não temos.

Podemos dizer que os animais de poder acompanham a humanidade, inclusive quando estamos integrando o consciente e o inconsciente. Por esse motivo eles são chamados, em algumas culturas, de guardiões, protetores.

Não é incomum lembrarmos que algumas tribos indígenas construíram totens de animais para resguardar suas aldeias. É a simbologia do animal em seu papel de protetor daqueles que se encontram naquele lar.

Tendo uma figura simbólica esculpida na madeira, auxilia no acesso á esses arquétipos. Afinal de contas, qualquer um pode acessar os animais de poder.

Então, podemos entender que quando buscamos nos conectar á um Animal do Poder, estamos buscando a energia e virtude que já existe em nós, mas que se encontra “adormecida”. Uma vez reconectada essa relação, estamos em sincronia e harmonia com a força ancestral e elevamos o poder pessoal.

A relação dos animais de poder com o ser humano

Por incrível que pareça, ambos tem muito em comum.

O ser humano já foi uma criatura instintiva. Diferente de outros animais, fomos capazes de nos desenvolvermos á ponto de elaborarmos regras de convívio social. Diga-se de passagem, aprendemos á nos comportar para um melhor convívio em nossa espécie.

Mas o instinto ainda existe, só é reprimido.

O animal de poder vem para representar esse instinto que fica guardado em nosso inconsciente coletivo. Afinal, o instinto é mais antigo que nossa consciência e todo o processo de evolução. Por isso o animal de poder é ligado ao primordial, ao que é conectado á natureza, ao que é considerado natural.

Inclusive, há uma curiosidade em algumas palavras como desanimado. Animado. Animal. O xamanismo enxerga esse desanimado como ausência do animal primitivo e sua essência. Sendo que aí o xamã entra para restaurar esse equilíbrio.

O que podemos esperar dos arquétipos

Com a conexão á um determinado animal do poder, conseguimos algumas manifestações como a cura e resistência à doenças, equilíbrio na saúde mental, autoconfiança, trabalhar a intuição. Inclusive, quando precisamos de uma energia para lidar com desafios, podemos recorrer aos animais de poder.

Seja para o que for, desde que para o bem, podemos recorrer á eles.

Só que é importante salientar que cada animal tem suas características, tornando-os diferentes um do outro. Isso é algo á ser levado em consideração, pois devemos tomar cuidado ao pedir por essa conexão. Se temos uma intenção clara, buscamos pelo animal que corresponde á ela. Não adiante pedir ajuda de uma preguiça, por exemplo, quando se busca o movimento. São energias contraditórias.

Alguns exemplos de Animais do Poder

No livro “Wicca – guia básico para iniciantes, temos alguns exemplos de animais do poder. Segue a lista:

  1. Águia – Iluminação, a visão interior, invocada para poderes xamânicos, coragem, elevação do espírito a grandes alturas;
  2. Aranha – Criatividade, a teia da vida, manifestação da magia de tecer nossos sonhos;
  3. Baleia – Registros da Mãe Terra, sons que equilibram o corpo emocional, origens;
  4. Beija flor – Mensageiro da cura, amor romântico, claridade, graça, sorte, suavidade;
  5. Borboleta – Auto-transformação, clareza mental, novas etapas, liberdade;
  6. Búfalo – Sabedoria ancestral, esperança, espiritualidade, preces, paz, tolerância;
  7. Cavalo – Poder interior, liberdade de espírito, viagem xamânica, força ,clarividência;
  8. Cachorro – Lealdade, habilidade para amar incondicionalmente, estar a serviço;
  9. Cobra – Transmutação, cura, regeneração, sabedoria, psiquismo, sensualidade;
  10. Coiote – Malícia, artifício, criança interior, adaptabilidade, confiança, humor.;
  11. Coruja – Habilidades ocultas, ver na escuridão, a vigília, a sombra, sabedoria antiga;
  12. Elefante – Longevidade, inteligência, memória ancestral, proteção, auto-suficiência;
  13. Falcão – Precisão, preces ao Universo, mensageiro, olhar em volta, observar a distância;
  14. Gato – Entendimento sobre mistérios, sensualidade, limpeza, visões místicas, independência;
  15. Golfinho – Pureza, iluminação do ser, sabedoria, paz, amor, harmonia, comunicação;
  16. Leão – Poder, força, majestade, prosperidade, nobreza, liderança, coragem, segurança;
  17. Lobo – Amor, relacionamentos saudáveis, fidelidade, generosidade, ensinamento;
  18. Morcego – renascimento, iniciação, reencarnação, habilidades mágicas;
  19. Onça – Espreita, proteção do espaço, silêncio, observação, precisão;
  20. Pantera – mistério, sensualidade, sexualidade, beleza, sedução, força, flexibilidade;
  21. Sapo – Evolução, limpeza, transformação, mistério, humor, emoções;
  22. Tartaruga – estabilidade, organização, longevidade, honra, paciência, sabedoria;
  23. Urso – introspecção, intuição, cura, consciência, ensinamentos, curiosidade.

Fontes

Wicca – guia básico para iniciantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados