Editora ou Independência? Qual o melhor caminho
Dicas de escrita Produtividade

Editora ou Independência? Qual o melhor caminho

Deseja estrear como escritor, mas não sabe se manda o seu original para uma editora ou se publica independente? Leia esse post, pois irei discutir esse assunto.

Com certeza você já deve ter se questionado á respeito. Até que ponto esperar uma editora, ou se deve se arriscar em lançar por conta. É difícil tomar uma decisão, pois ambos os lados tem os seus prós e contras, sendo necessário refletir sobre suas expectativas e projetos futuros.

Editoras

A maioria dos escritores gostariam de ser lançados por uma editora por questões de segurança. Afinal de contas, espera-se que a empresa tenha conhecimento e domínio sobre o mercado literário brasileiro. Sendo assim, as editoras sabem sobre a legislação, e tem um posicionamento forte no mercado.

Fica de responsabilidade das editoras te auxiliar no lançamento e na venda do livro. Comumente tem uma equipe de revisores, capistas, marketing e tudo mais para tornar o lançamento do seu livro um evento especial.

Em suma, você, como escritor, estará amparado e seguro de que tudo vai dar certo!

Só que tem um porém. Você não é o único a mandar originais para as editoras. Algumas nem lê o original, só lendo as sinopses para conhecer superficialmente de sua história. E todo esse processo pode demorar um bom tempo, pois há muita demanda para eles.

Então, vem a segunda opção: pagar para uma editora lançar seu livro.

Alguns autores irão ver isso e torcer o nariz, pois com certeza não terá dinheiro suficiente para pagar. E alguns valores são bem salgados, principalmente se a editora for grande. No entanto, você terá todo o respaldo que trará a segurança de que seu livro será bem encaminhado.

Autoria independente

Essa é uma opção mais recente, e que tem dado á muitos autores iniciantes um pouco mais de liberdade para tomar a decisão em lançar o livro.

Nessa opção, você é 100% responsável pelo lançamento do seu livro. Não haverá editora te guiando, e muito menos te dando um respaldo da segurança. Se acontecer algo, você, autor, irá responder diretamente.


Leia também: Capas de livros no Canva | Marketing para escritores


Talvez isso assuste alguns escritores iniciantes, sentir a responsabilidade de ser cuidadoso por conta própria. Isso envolve o conteúdo do seu livro, uso de imagens na capa e tudo mais.

Sendo assim, o autor que irá atrás de um leitor beta, um capista, um diagramador e tudo mais. É de responsabilidade do autor de correr atrás de deixar tudo belo e bonito para lançar o livro tanto versão ebook quanto na versão física.

No entanto, o que faz a maior diferença entre um e outro é a questão do valor que o autor ganha com as vendas. Trabalhando com editora, o autor fica com uma porcentagem pequena, enquanto na maneira independente o autor fica com uma porcentagem grande.

Vamos entender isso melhor.

Os royalties

Se você não está acostumado com o termo, entenda que é o valor que o autor irá ganhar por cada venda do seu livro. Isso acontece com os músicos também! Mas foquemos nos livros.

Quando se trabalha com uma editora, entenda que há todo uma equipe que irá trabalhar junto com você. Sendo assim, algumas empresas ficam com uma porcentagem maior do que a do autor. Já ouvi falar de autor ganhar apenas 10% dos royalties, o que é um desagrado imenso para alguns.

Já escrevendo independente, o autor pode ficar com uma porcentagem bem maior. Afinal de contas, você fez tudo sozinho, e os serviços que foram prestados para a elaboração do livro já devem ter sido pagas. Você tirou dinheiro do seu bolso para pagar o leitor beta e tudo mais, sendo assim não deve nada á mais ninguém.

Só para ilustrar melhor esse cenário, vamos supor que você está vendendo seu livro de maneira independente e colocou seu ebook na amazon. É claro que a amazon irá ter uma porcentagem do seu ganho, afinal estará disponibilizando a plataforma para você.

Porém, lá na plataforma você poderá escolher quantos por cento de royalties deseja ganhar. O valor máximo é de 70%.

Por conta disso, a maioria dos escritores iniciantes preferem se lançar na carreira independente.

Pesquisa de mercado

Já que tocamos no assunto royalties, venho te avisar de uma coisa: na hora de precificar o seu livro, tenha cautela.

Faça uma pesquisa de mercado antes de lançar o seu livro. Se o seu objetivo é vender na amazon, então pesquise por outros livros do mesmo gênero que o seu, e verifique o preço deles. Assim, você evitará de colocar um preço muito alto.

O seu leitor quer uma obra de qualidade que valha o dinheiro gasto, se não sentirá que a compra foi toda pro lixo.

Digo isso por experiência. Quando entrei na amazon eu esqueci completamente de uma coisinha que faz toda a diferença em relação ao livro físico. O preço colocado no painel da amazon é em dólar, e eu acabei colocando um valor que ao ser convertido em real ficou muito caro.

Leva-se em consideração que o dólar oscila á cada dia. Nos tempos atuais ele tá caro, então o preço em real fica lá nas alturas. Por isso é interessante você ter a versão ebook também, pois ele pode ser em um preço mais em conta, afinal não há taxa de impressão.

Contratos dos escritores

Esse é outro ponto que eu quero clarificar para você. Tanto as editoras quanto a Amazon pedem por contratos que precisam ser seguidos. No caso da Amazon, se eu não me engano, o autor não pode vender o livro em versão ebook em outras livrarias, somente nela. Já a versão impressa está tudo bem fechar com outras empresas para vendê-la.

E com as editoras também é preciso tomar cuidado ao assinar contratos, pois o ser humano é cheio de calote. Podem prometer mil e uma coisas belas e maravilhosas, mas no final das contas o autor deixa de se atentar naquilo que ele deverá entregar á editora. Por exemplo, os royalties e direitos autorais.

Não estou falando de todas as editoras, mas infelizmente podem acontecer essas situações que deixam os escritores iniciantes em um bico de sinuca.

Sendo assim, independente de qual caminho você tome esteja atento aos contratos. Tome um tempo para pesquisar.

Qual caminho é o melhor?

Primeiro é interessante entender o que você espera com a venda do seu livro e como deseja lidar com sua carreira.

Se para o autor é preferível ser calçado por uma editora, para evitar problemas e se sentir mais seguro que o seu livro estará sendo bem trabalhado, então vai com força. Pesquise pelas editoras conhecidas, que trabalham com escritores nacionais e que tenham uma boa relação com os seus clientes.

Há alguns autores que falam sobre enviar originais para mais de uma editora, mas não sei dizer qual é o melhor a se fazer, pois não trabalho com editoras. Se quiser enviar um original para uma editora só e esperar pela resposta, tudo bem.

Agora, se você deseja ter o controle de sua carreira e não quer esperar por respostas de editoras, então é provável que se sinta confortável em lançar seu livro de maneira independente. Existem diversas empresas que podem te auxiliar nesse quesito, e por isso é bom pesquisar.

A plataforma mais utilizada é a Amazon, sem dúvida. E até um tempo atrás a Saraiva também tinha uma plataforma que permitia o autor lançar de maneira independente, porém não sei se isso é ainda possível devido á alguns problemas que a empresa tem passado.

Existe a possibilidade de você lançar o ebook apenas na amazon e fazer a venda física por conta própria. Tudo é preciso de uma boa pesquisa para se inteirar do assunto e ver qual te deixa mais confortável.

Conclusão

Não irei apontar para qual dos caminhos é o melhor. Há autores que irão incentivar a publicação independente, e há aqueles que vão defender as editoras. Mas tudo é uma questão de saber como deseja se lançar na carreira.

Pense bem nos riscos, prós e contras de cada uma. Pesquise por editoras e vejam como elas funcionam. Se tem condições de pagar para ser lançado, vá em frente. Se deseja ser independente, vá em frente.

Ambas as opções pedem ao autor uma base de conhecimento naquilo que está se metendo.

Veja outros assuntos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *