3 Práticas diferenciadas da bruxaria

3 práticas diferenciadas da bruxaria

Buscar uma prática que seja adequada e que combine consigo mesmo não é tão fácil assim. É por esse motivo que eu separei 3 práticas bem diferentes e intuitivas da bruxaria para você conhecer!

Estamos encerrando mais um ciclo anual e acabamos de celebrar o sabbat de litha. Com isso chegamos naquela fase de pensar e planejar o ano que está por vir. Muitos dos leitores desse blog são bruxinhos iniciantes que estão tentando encontrar o seu caminho no paganismo, e por isso resolvi fechar o ano com chave de ouro.

Encontrar uma prática ideal para si mesmo não é fácil, pois quando lemos sobre as práticas tudo parece muito bonito. Mas convenhamos que a realidade, as vezes, nem sempre é tão bela. Por isso é importante experimentarmos algumas práticas até nos encontrarmos a ideal.

Só que convenhamos… existem várias práticas para uma bruxa. Desde as mais tradicionais até as mais modernas, o leque de opções é tão grande que podemos nos perder. Com a intenção de destacar as que considero mais diferenciadas, trouxe para você nove opções de práticas bruxescas para conhecer.

Para compor esse artigo eu vou usar como referência o livro de Julie Weird, cujo link estará no final do post.

Vamos lá?

Bruxa da arte

Assim como o seu nome sugere, é uma prática voltada para a arte. Uma bruxa da arte pode fazer feitiços, praticar adivinhação, honrar os elementos ou apenas criar algo mágico a partir de sua arte.

O negócio mesmo é o processo que o artista vivencia. Sabe que uma bruxa sempre tem suas ferramentas mágicas que auxiliam no seu trabalho ritualístico, não? Como athame, caldeirão e etc. Nessa prática, até o pincel de um pintor poderá ser sua ferramenta mágica. A bruxa da arte irá recarregar energeticamente os seus materiais com a energia de ervas e cristais, fazendo uma limpeza neles também.

Além disso, a bruxa da arte pega elementos da natureza para utilizá-los em suas composições. Por exemplo flores e gravetos, ou então usar a água da chuva para limpar seus pincéis ou limpar o local de trabalho.

Daqueles que seguem essa prática, há alguns que gostam de confeccionar os seus próprios materiais de trabalho. Eles acreditam que ao criar seus materiais, eles estarão carregados com a própria energia.

Antes que você me questione “se somente pintores podem fazer essa prática” já lhe entrego a resposta: não. Uma bruxa da arte sabe muito bem que seus momentos de criatividade são pura magia, pois quando um projeto finaliza é como um feitiço lançado. Sendo assim, qualquer forma de arte pode ser praticada por aqui.

Maiores potenciais dessa prática

  • Elas sabem, intuitivamente, como usar diferentes itens da natureza em seus projetos;
  • Ativando sigilos fantástica e criativamente;
  • São sensíveis à diferentes energias dos objetos, cores e espaços;
  • Excelentes leitores de taro e demais oráculos baseados em imagens e cores;
  • Manifestação mágica forte;

Sinais de que você é uma bruxa da arte

  • Ama usar cores em seu altar para combinar com a energia da sua intenção.
  • Constantemente gasta tempo quando está criando artisticamente;
  • Enxerga cores das auras na sua visão periférica, cores ao redor da lua e na água;
  • Tende a selecionar cristais pela cor ou aparência ao invés das correspondências tradicionais;
  • Às vezes vê ideias ou imagens da sua arte se manifestando em sua vida;
  • Em determinadas fases da lua, estação ou sabbat se sente “chamado” a criar alguma arte.

Bruxa do caos

Espera, não estamos falando de coisas ruins. Uma bruxa do caos usará a psicologia, espiritualidade ou energia para mudar algo no plano físico. Ou seja, nessa prática há a crença de que o poder mágico vem de dentro deles.

Uma bruxa do caos, primeiramente, irá lançar seus objetivos, desejos e intenções para somente então realizar feitiços, rituais ou meditações para manifestar tais objetivos. É claro, tudo sendo usado da própria magia.

Um diferencial da bruxa do caos é uso da ciência, psicologia e demais assuntos contemporâneos para o seu desenvolvimento pessoal, assim potencializando seus feitiços.

Basicamente eles chegam a usar seu lado espiritual, como trabalhar com elementais. Contudo, a bruxa do caos prefere usar a própria magia ao invés das divindades.

Maiores potenciais dessa prática

  • Criar novas maneiras de manifestar suas intenções e performar magia;
  • Mostrar ao mundo que bruxas não são esteriotipadas;
  • Adaptar sua prática bruxa com suas necessidades pessoais para mudar e crescer;
  • Resiliência e engenhosidade;
  • Nunca olhará um feitiço falho como algo negativo, mas sim como experiência de aprendizado;
  • Se diverte com o desafio de fazer feitiços para resolver problemas;
  • Profundamente conectados com o seu poder interno.

Sinais de que você é uma bruxa do caos

  • Você faz feitiços sem usar ferramentas convencionais e tradicionais;
  • Regularmente substitui objetos mágicos e ingredientes em seus feitiços;
  • Você lê e escuta sobre desenvolvimento pessoal fundamentado na ciência e utiliza na bruxaria;
  • Acredita que conduz a sua vida da maneira que deseja;
  • Não tem ideia de como definir o tipo de magia que pratica, faz apenas o que deseja;
  • Você não sente conexão com as correspondências tradicionais, e consegue resultados melhores quando faz bruxaria por conta própria.

Leia também:

10 exercícios para descobrir o seu tipo de bruxa;

A diferença entre Wicca e o Druidismo;

Como descobrir que é uma bruxa?


Bruxa da lareira

É bastante similar à bruxa cozinheira, bruxa verde e a bruxa hedge. Aqui se faz uso da mistura de ervas, elementos de cozinha e elementos mágicos para criar encantamentos poderosos próprios.

Sua prática é bem parecida com a bruxa cozinheira, pois a bruxa da lareira gosta de fazer misturinhas na cozinha, carregando ingredientes e utilitários com suas intenções. Entretanto o seu foco é cuidar de seu lar e das pessoas que ali vivem.

São bruxas que irão buscar formas criativas de decorar a sua casa com cores, tricôs e nós mágicos. Sabe aquela bruxa que faz as próprias velas e sopinhas mágicas? Pois bem, ela pode ser uma bruxa de lareira. Além disso elas também são curandeiras ao usar ervas, óleos, poções e remédios para cuidar de alguém.

Assim como seu nome sugere, podemos compreender que o elemento fogo é bastante importante para essa prática. A bruxa o usará em velas e incensos, principalmente para limpeza de instrumentos mágicos ou recarregar suas ferramentas e quartos.

Maiores potenciais dessa prática

  • Apesar de ter forte relação com todos os elementos naturais, mas o fogo se destaca;
  • Habilidades enquanto bruxa verde e bruxa cozinheira;
  • Pode tornar a sua casa como um refúgio mágico;
  • É capaz de sentir, invocar e comunicar com elementos espirituais como gnomos e fadas;
  • Intuitivamente sabe como decorar a casa e o altar para diferentes ocasiões e sabbats.

Sinais de que você é uma bruxa da lareira

  • Ama passar tempo em sua casa.
  • Sua casa reflete sua personalidade através de cores, texturas, aromas e decorações que dão espaço a uma energia encantadora;
  • Você queima muitas velas e mantém o fogo no seu espaço (constante presença do elemento);
  • Se divertir com as visitas e quando elogiam sobre como mantém sua casa;
  • Tende a usar ingredientes naturais e orgânicos;
  • Sabe o que dar de presente para seus amigos e vizinhos quando eles se mudam para um lar novo.

Conclusão

Existem várias práticas da bruxaria para você analisar e encontrar a ideal para a sua rotina. Basta levar em consideração suas intenções e objetivos mágicos e atrelá-los ao seu dia a dia. Nenhuma prática é parecida com a outra, o que tornará a sua bem única.

Lembrando que as práticas citadas nesse post foram retirados e traduzidos do livro “What type of witch are you?” da autora Julie Wilder, que está disponível no Amazon Kindle!

4 Comments

  1. Estou começando a caminhada nesse mundo e estou totalmente encantada!
    Tantas coisa para aprender e vivenciar e estou aprendendo muito com você. Muito obrigada!

    1. Seja bem vinda a esse mundo mágico haha. Fico contente e honrada que meus artigos estejam sendo de grande ajuda.

  2. Olá! Desde que me lembro sempre tive interesse pela bruxaria, fui uma criança criativa, encantada pelas forças da natureza e extremamente apaixonada pela lua. Mas quando pensava em conhecer mais sobre o assunto acabava desistindo. Tenho 17 anos e por estar completamente perdida com relação ao futuro, resolvi que seria uma boa hora para dar atenção a esse antigo interesse…
    Te contei tudo isso, porque comecei a estudar hoje e os seus textos foram os primeiros que apareceram. Inclusive amei e acabei lendo vários!
    Só que aprendendo sobre os tipos de bruxas acabei me idenficando com a eclética e com a do caos. Você poderia me explicar melhor a diferença entre elas? Acha possível ser as duas ao mesmo tempo?

    1. Olá Mayara! Fico feliz e honrada em saber que meus artigos tem sido de grande ajuda para você nesse momento de autoconhecimento seu. Respondendo à sua pergunta, geralmente as práticas da bruxaria fazem uso energético da própria pessoa + de alguma divindade ou elemental. Então se o sujeito quer prosperidade no trabalho, ele fará um ritual pedindo a ajuda para uma divindade que corresponda à prosperidade e trabalho. Já na bruxaria do caos não. A pessoa usa a energia dela mesma para atrair a prosperidade, e também realiza as mudanças por conta própria sem recorrer à divindades (mas não significa que não possa cultuá-los). Esse é o maior diferencial da bruxaria do caos em relação à qualquer outra prática. Já a bruxaria eclética permite que a bruxa escolha uma determinada prática e a modifique de acordo com sua necessidade. Então sim, você pode ser as duas ao mesmo tempo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a autora

Alis Green

Uma bruxa escritora que é viciada em animes. Adora estudar sobre mitologias e história, como também gosta de ler romances regenciais. Quando aprende alguma coisa nova, sempre passa à frente em seus posts.

Leia sobre esses artigos
5 passos para iniciar a Bruxaria Natural Lista de leitura para Bruxinhos Iniciantes Como começar na Bruxaria Natural