Um anime bruxesco: Youkai Apartment no Yuuga na Nichijou

Anime bruxesco

Já imaginou assistir a um anime que fala sobre diversos temas da bruxaria natural? Se a resposta foi não, reconsidere, pois trago aqui uma recomendação única para você.

Quem está começando na bruxaria natural pode se deparar com vários temas para estudar, e isso já dá aquela preguicinha básica. Afinal, quantos livros serão necessário ler para que eu possa me considerar e praticar a bruxaria? Dá a impressão que a jornada é longa demais, não dá?

Mas… e se você pudesse ver um anime que além de ter seu enredo base, tenha uma ou outra lição que serve para qualquer vertente da bruxaria? Você assistiria?

Se ainda está ressabiado, calma que irei te apresentar o anime Youkai Apartment no Yuuga na Nichijou. Já alerto que pode haver algum spoiler, às vezes não sei me conter.

Sinopse

Quando os pais de Yushi Inaba morrem, ele é forçado a viver na casa de seus tios, numa situação bastante desconfortável. Ao entrar no colegial, ele decide ir morar sozinho, e acaba encontrando uma república ultrabarata chamada Kotobuki-so. Mas é uma república de monstros, cheia de criaturas estranhas, humanos e fantasmas! A princípio, Yuki não sabe como lidar com essas criaturas, mas após passar um tempo com eles, seu coração fechado começa a se abrir…(Crunchyroll)

Apresentando a história

Antes de abordar as questões de bruxaria que aparecem no anime, quero dar uma pincelada no enredo para você compreender o contexto. Por isso dividi em subtópicos para ficar mais fácil, aproveitando a brecha para dizer a minha opinião acerca do anime, tudo bem?

Como dito na sinopse, Yushi é um jovem que perdeu os pais e vive com seus tios. Uma vez que perdeu seus pais a vida do rapaz muda completamente, pois ele mesmo se fecha para o mundo. O principal ponto é que as pessoas em sua volta percebem isso, e acabam por não se aproximar dele.

A partir do momento que Yushi tem o seu melhor amigo e acaba se mudando para a república, sua vida muda completamente. Afinal de contas, o casarão é habitado por youkais (demônios da mitologia japonesa). É um baita choque você se mudar para uma casa “assombrada”, onde humanos, youkais e fantasmas vivem em harmonia, não é mesmo?

Essa nova realidade trás experiências inéditas para o personagem, ajudando-o a abrir seu coração e se tornar uma pessoa completamente diferente de antes. Então no início temos um Yushi quieto e retraído, e agora temos um Yushi que dá risada e conversa mais com as pessoas.

Mas há alguns pontos do enredo que quero chamar a atenção.

Personagens contra o protagonista

Isso é bastante comum no início do anime, sendo que da metade em diante diminui bastante as ocorrências. Mas é nítido que há vários personagens que vão contra Yushi. Estamos falando de personagens que sentem inveja dele, ou de simples projetarem suas frustrações no protagonista.

E isso é muito estranho.

Se fosse um personagem, até tudo bem. Infelizmente temos mais de um personagem jogando ódio sobre o Yushi de forma gratuita, e sem necessidade.

O primeiro caso é a prima do personagem, que sempre lhe virava a cara e lhe dava broncas. Ao contrário de tantos outros casos, a prima de Yushi conversa com ele e ambos se resolvem, passando a ter uma relação mais amigável. Então é algo meramente compreensível.

O segundo caso é um colega de classe de Yushi, que projeta – completamente – sua frustração em cima do protagonista, porque ele simplesmente trabalha para se sustentar. Yushi trabalha em uma empresa de entregas, então ele está sempre carregando caixas pesadas, e como é um jovem educado, talvez tenha despertado a inveja em seu colega de classe.

Esse colega tinha se envolvido com pessoas erradas, e estava entrando em uma vida de gangue. Nós até vemos o seu desfecho no final do anime, o que dá a entender a situação dele, de certa forma.

Os demais casos que seguem no anime já não fazem sentido, são pessoas que simplesmente odeiam o protagonista sem motivo algum. É como se fosse necessário o mundo odiar Yushi pelo simples fato de ele ser o protagonista do enredo.

O impacto das emoções nas experiências de vida

Esse ponto foi muito explorado no anime, e o considero de suma importância.

Uma vez que Yushi descobre ter um certo poder espiritual, ele passa a se envolver em casos que precisam de uma ajuda extra. São situações em que humanos são dominados por energias ruins, precisando de algo como exorcismo.

É interessante observar que a maioria das situações envolvem a pessoa estar fragilizada por causa de emoções. Um exemplo para clarificar: um professor havia trabalhado em uma escola de elite apenas para garotas, porém quando ele passava um sermão, as estudantes ficavam com raiva e tornaram sua vida profissional um verdadeiro inferno.

O professor foi acusado de crimes sérios das quais nunca cometera, e isso o perturbou por demais. Mudando de escola e passando a ensinar para outras pessoas, o professor criou um certo ódio por mulheres, e isso o tornou frágil a ponto de um demônio, ou espírito, lhe dominar e aumentar esse ódio.

Ele ficou completamente possesso, chegando a tentar matar as alunas dele. É claro que o nosso protagonista o ajuda da maneira que pode, só que infelizmente a experiência deixou o professor com tanto ódio, que já não tinha mais volta.

Ao longo do anime temos diversos casos assim, onde uma pessoa vivencia algo que a frustra demais, tornando-a um alvo fácil para criaturas. Mas o que nós precisamos pensar mesmo é como que nos tornamos cegos diante de nossas experiências.

O futuro incerto dos personagens

Já na reta final do anime temos Yushi dando uma espiada no seu futuro, para saber como ele vai estar. O rapaz deseja trabalhar para a prefeitura, então quer saber se alcançou esse passo. Mas ele viu que o caminho escolhido foi completamente diferente.

É interessante isso, pois os personagens comentam ao final que o futuro é o que eles escolherem. Precisamos sempre nos lembrar de uma coisa, podemos desejar o que for, mas o futuro é incerto. Ele depende completamente de cada escolha que fazemos no presente.

Sendo assim, o que eu desejo hoje pode não ser o desejo de amanhã. Cada vivência que temos, ela nos molda, nos transforma. Tem um novo eu surgindo a cada momento. Não é necessário se frustrar ao ver o futuro de certa forma, pois é uma possibilidade diante de tantas outras.

Considero essa reflexão muito importante, válida inclusive, pois sempre nos prendemos em conquistar algo no futuro e nos esquecemos de viver o presente. Isso chega a ser estranho, pois o passo que dou hoje ilumina o caminho do amanhã, então não adianta ficar preso em algo que ainda não aconteceu, e que nem sabemos se vai acontecer.

Achei esse final sensacional, nos mostrando que os personagens ainda tem muito chão pela vida.


Leia também: Como posso começar na bruxaria | Estudos de uma bruxinha iniciante


Desenvolvimento mágico do protagonista

Chegamos à parte que queríamos, não é mesmo?

Como o anime é de fantasia, é claro que o protagonista teve um desenvolvimento mágico. Já deixo aqui clamado que adorei o Yushi, pois vimos ele treinando para ficar mais forte magicamente.

O treinamento dele é trabalhado no foco, concentração. Para quem não viu o anime, basicamente o personagem ficava em pé numa bacia, e uma colega exorcista lhe banhava com água gelada (isso sempre de manhã). Basicamente, Yushi tinha que ignorar o frio e as sensações corporais para concentrar nos mantras que estavam escritos em um papel.

Mais tarde o treinamento passou a ocorrer debaixo de uma cascata, o que finalmente me explicou o motivo de monges (nos animes) sempre treinarem debaixo de uma cachoeira. É claro que depois do treino o corpo dele ficava completamente endurecido, ele nem conseguia se mexer direito.

Aliás… não façam isso em casa, ok?

Antes de chegar nesse ponto, Yushi treinou sua concentração de outras formas, mas todas elas envolviam repetir os mantras por horas a fio. Na medida em que ele ficava forte espiritualmente, seu poder mágico também se fortalecia.

De um lado até tivemos um desenvolvimento excelente do personagem, mas por outro tive a sensação de que não foi lá uma grande evolução. Agora que penso com os meus botões, faz até sentido ser um processo lento, pois é assim que ocorre na realidade. Nada vem depressa, mesmo se treinar horas e horas.

A bruxaria presente no anime

O primeiro ponto são os arcanos maiores do tarô. Yushi encontra um livro velho com desenhos e escritas estranhas, e mais tarde um guardião surge desse livro. O guardião é o tolo, do baralho de tarô.

O poder que Yushi tem envolvem invocar os arcanos maiores no mundo real. Então temos vários deles aparecendo para resolverem as situações que Yushi se mete. O tolo é o que mais aparece, e é interessante pois eles tem aparências e poderes completamente diferentes do esperado.

Achei legal para quem estiver estudando sobre tarô, pois precisa desenvolver a interpretação. No anime temos uma visão dos arcanos bem diferente do comum, e isso pode ajudar alguns estudantes.

Durante todo o anime aprendemos sobre o Karma. Há várias situações que ilustram e ensinam sobre esse termo, colocando Yushi a pensar sobre sua conexão com as pessoas, se é coincidência ou destino encontrá-las.

Outro ponto que aparece é sobre a Lua Cheia do poder, onde os personagens se reuniram para fazer uma celebração na noite de lua cheia. Isso também aparece no filme da Netflix “A caminho da Lua”, onde contam a história de coelhos na lua. Mas há uma passagem onde os personagens falam sobre a lua cheia ser o dia de maior poder para se realizar rituais.

Também temos uma pequena menção sobre o terceiro olho. É bem legal a forma como os personagens explicam para Yushi sobre o que é o terceiro olho e como “ativá-lo”.

Tem tantos outros assuntos abordados no anime, mas não vá pensando que são episódios voltados para tais temas. Eles são abordados em diálogos, curta fração de tempo, por isso preste muita atenção.

Conclusão

Com certeza irei reassistir o anime para fazer algumas anotações sobre os temas mágicos. Eles são suficientes para nos fazer refletir, e aguçar nossa curiosidade para buscar por mais.

Como dito anteriormente o anime aborda diversos assuntos mágicos, porém Yushi também tem sua vida meramente humana, dividindo o tempo do anime entre a magia e a realidade. É como se fosse o mundo espiritual e o mundo real.

Temos muitas cenas de comédia, de tensão, de tristeza, então o anime mexe com nossas emoções de diversas formas. Dá pra shippar os personagens, mesmo que o romance seja inexistente durante o anime.

O anime tem 26 episódios ao todo, ele é legendado e pode ser encontrado no site da Crunchyroll completo. Reserve seu final de semana para descansar enquanto vê Elegant Youkai Apartment.

Links externos

Veja o anime online e com qualidade aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a autora

Alis Green

Uma bruxa escritora que é viciada em animes. Adora estudar sobre mitologias e história, como também gosta de ler romances regenciais. Quando aprende alguma coisa nova, sempre passa à frente em seus posts.

Leia sobre esses artigos