Bruxaria Caminho da Lua

Por onde começar a jornada mágica na Wicca

jornada na wicca

Muita gente tem se interessado pela religião Neopagã Wicca, e tem questionado como pode começar sua jornada mágica nela. Se essa é a sua questão também, então continue comigo.

Como a bruxaria natural não é uma religião, mas há características bem semelhantes à religião Wicca, muitos acabam desenvolvendo interesse pela mesma.

Independente de quanto tempo você está na sua jornada mágico, com toda a certeza já se deparou com textos e livros wiccanos que nos ensinam sobre suas filosofias, sendo adotado pelos bruxos naturais. Então há algo aí que você já é familiarizado.

Mas caso seja novo nesse mundo mágico, vale a pena destacar alguns pontos importantes. Afinal de contas, toda religião tem suas responsabilidades. Uma vez que você deseje se tornar um wiccano, é importante ter a consciência do que isso quer dizer.

E isso é possível de ser feito conhecendo-a.

Os seus primeiros passos dentro da Wicca

Se você já viu blogs e comunidades de bruxos, com certeza já deve ter acesso a diversas pastas do Google Drive com milhares de PDF’s. Dos que eu acesse, cerca de 60% são conteúdos wiccanos.

A maioria das obras são de autores mega conhecidos no mundo bruxo como o Scott Cunninghan, Claudiney Prieto, Tania Gori e dentre tantos outros. Há outros que são mais desconhecidos, mas que contribuem com seus centavos.

Então só lendo esses livros, você já pode ter uma breve introdução do que seria a Wicca. Não somente em sua história, mas também suas tradições.

O primeiro passo é sempre ler, pois você precisa colher informações básicas para se situar nesse terreno em que está prestes a pisar. Tais livros que irá encontrar falarão, basicamente, da mesma coisa. Chegará um momento em que desejará buscar algo novo, informações novas, mas entenda que o básico precisa estar, realmente, compreendido em sua mente.

Pois o que irá diferenciar a Wicca das demais religiões e crenças pagãs, não são mostradas nos livros.

Procurando por um coven ou sacerdotisa

Em uma entrevista com o Claudiney, ele comentou sobre a questão de vários livros wiccanos serem iguais. A resposta chega a ser óbvia, mas que os iniciantes não percebem com tanta facilidade.

Sabe porquê o livro das sombras carrega esse nome?

Está falando que ali contém conhecimentos que não são perceptíveis e aprendíveis na luz. Ou seja, é algo que você precisa entrar na sombra para aprender. Sombra não representa o mal, mas aquilo que é escondido, aquilo que não vemos, como o nosso inconsciente. Você precisa estar consciente para olhar a sombra e entrar para ver o que tem nela.

Sendo assim, todo o conhecimento wiccano, e de suas diversas tradições, não estão disponíveis online e fisicamente para qualquer um ler. Seus ensinamentos estão nos covens, com seus respectivos sacerdotes e sacerdotisas, praticantes, afins.

Para conhecer, se aprofundar, é interessante você entrar em contato com essas pessoas para receber a ajuda necessária. Pois esses “segredos” não virão até você livremente.

Wicca é uma religião iniciática

Assim como diversas outras religiões que nos cercam, a Wicca também tem seus rituais e processos de iniciação. A grande questão é dependendo da tradição, esses momentos podem ou não ocorrerem.

Mas falando em geral, é preciso ser iniciado na arte.

Por isso é importante que procure por um coven.

Há bruxos que se autointitulam como wiccanos, mas que jamais foram iniciados. Não posso dizer se isso é viável ou não, pois nunca comentou-se sobre isso. Acredito que isso vá depender muito da tradição que for escolhida, principalmente se for uma que tem “dogmas” bem enraizados e tradicionais, não sendo tão maleáveis.

Isso é fácil de perceber quando sabemos que há tradições que aceitam os praticantes solitários e outros não.

Se não me engano, antes de ser iniciado há o período de dedicação que seria um ciclo de 1 ano e 1 dia, em que o dedicado passa a estudar sobre a tradição e a conhecer a cultura e filosofias daquele coven/tradição. Somente após isso é realizado o ritual de iniciação.

Diferenças entre as diversas tradições

Como dito anteriormente, as tradições costumam ser diferentes ao mesmo tempo que são bem similares. Cada uma tem suas regras a serem seguidas. Por exemplo a tradição Dianica, onde somente mulheres entram no coven.

Quando se está lendo os livros dos bruxos, lá na base inicial, você já poderá ter um vislumbre do que seriam tais tradições e alguns de seus nomes. Não sei se hoje em dia há mais tradições, isso é algo a se perguntar para alguma sacerdotisa.

Aconselho que antes de escolher um coven ou tradição, você tenha para si uma ideia de como deseja fazer a sua prática. Gostaria de se tornar uma sacerdotisa ou um sacerdote de um coven? Ou iria preferir seguir sua jornada solitariamente?

Essa já uma pergunta que filtra muitas tradições, pois várias delas não aceitam os praticantes solitários. A tradição Gardneriana é uma delas. Outras cultuam um determinado panteão, tantas outras há uma certa liberdade em cultuar diversos panteões, etc.


Leia também: Aspectos da Arte – tradições da Wicca


Conclusão

Assim como na bruxaria natural, a Wicca requer seus estudos. Recomenda-se uma leitura prévia para conhecer sua história e tradições, para somente então procurar por um coven que possa te auxiliar nesse processo.

O coven pode ser algum de sua cidade, próximo de você. Caso deseje tirar apenas algumas dúvidas, pode ser feito pela internet também. Alguns deles tem sites e domínios próprios que já servem de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados