Escrita Naturalizada Produtividade & Marketing

5 Maneiras de se motivar no trabalho

Dicas motivacionais

Está desacreditado em seu trabalho? Se sente sem rumo? Conheça as 5 maneiras de se motivar, tornando um hábito saudável em sua rotina de trabalho.

Como acontece a desmotivação

Com certeza já deve ter vivenciado um momento em que não se sentia capaz de cumprir com seus objetivos. Essa sensação de incapacidade vem da desmotivação! Ela vem com pensamentos incômodos, preguiça, falta de reconhecimento e demais outros fatores que atrapalham nosso rendimento diário. Tudo isso resulta na desistência de seus sonhos.

Quando a desmotivação vem, não precisa se desesperar, pois ela é esperada nas seguintes situações:

  • Algo não está dando certo, temos o sentimento de falha;
  • Falta de confiança nas próprias capacidades;
  • Cansaço por conta de estresse;
  • Falta de reconhecimento do seu trabalho;
  • Excesso de de rotulação (outras pessoas falarem que você não pode fazer isso, por tal motivo).

O ponto mais alto da desmotivação é que precisamos parar um pouco e olhar para nós mesmos, afim de entender o que é que está acontecendo. E acreditem, isso não é fácil para algumas pessoas. Mas tudo bem, é um caminho que precisamos seguir e enfrentar de qualquer maneira.

É por isso que direi aqui, as 5 dicas para você se motivar.

01. Pensamentos positivos

O primeiro passo para uma boa motivação, é pensar positivo. O trabalho é feito por você mesmo, e para que ele continue sendo bom é necessário que acredite em si mesmo.

Quando começou o seu trabalho, havia um objetivo á ser atingido. E quando conquistou pequenas metas, você se sentiu realizado, cheio de motivação para continuar.

Pense nisso, se lembre dessa sensação, e do que foi feito para conquistá-lo.

Se ninguém em sua volta acredita que esse seja o caminho ideal para você, então só resta á si próprio. Somente você mesmo saberá quais são os seus caminhos á seguir. É através do pensamento positivo acerca de si mesmo que isso ocorre.

02. Não se compare

Acho que esse é o que mais acontece com as pessoas, inclusive comigo mesma.

Ao iniciarmos uma carreira – e não importa qual seja – é dito para seguirmos pessoas do mesmo nicho para observamos a sua forma de trabalhar afim de aprendermos. E para isso se tornar um fato desmotivante é um passo.

Isso ocorre por conta do sentimento da inveja. Ver o número de seguidores, ver a interação com os seguidores, ver os projetos que a outra pessoa realiza… pode trazer a sensação que ela conseguiu aquilo com “facilidade”, enquanto você está conversando com as paredes.

Tudo isso é apenas uma sensação. Você está almejando algo ilusório. A outra pessoa não conseguiu tudo o que queria, ela batalhou por isso. E nem todo o caminho é parecido com o que você vivenciou.

Por isso, não se compare, cada um segue o próprio caminho, passa por seus obstáculos, e vivencia experiências diferentes. Evite ao máximo as comparações.

03. Não se esqueça dos objetivos

Assim como eu disse no tópico 01, de vez em quando é preciso se lembrar o que te motivou á começar o seu trabalho.

Haviam sentimentos envolvidos, objetivos á serem alcançados, o motivo de se chegar até tal ponto… tudo isso te levou á dar o primeiro passo. Agora, você já deu mais de um.

Nesse ponto onde se encontra, os seus objetivos mudaram? Se não mudou, há algo que você possa incrementar em seu trabalho, tornando-se diferente das demais pessoas do seu nicho? E isso vai te ajudar a alcançar o seu objetivo?

Esse é o momento de reflexão. Se está desmotivado, é sinal de que algo não está dando certo. Analise seus objetivos.

04. Rearranjo

Uma vez que se colocou como um ser pensante e está analisando todas as suas ferramentas de trabalho, vamos dar mais um passo: procurar o novo.

Assim como dito anteriormente, talvez o que esteja te impedindo de dar um passo, é estar estagnado, preso ao que não está dando certo. Á todo momento, novas ferramentas surgem para aprimorar nossos trabalhos.

A pergunta que faço á você é: está se atualizando?

Se o seu trabalho dá espaço para novas formas de criar conteúdo, de interagir com seguidores, então o faça. Busque por mais, seja curioso. Permita-se aprender para o bem do seu trabalho, do seu objetivo.

Descarte o que não deu certo, seja analítico e tente de novo. Não desista.

05. Aceite os erros

Aprenda com seus erros. No campo científico, é através dos erros que as hipóteses são testadas e descartadas, guiando o cientista á encontrar a verdade.

Não há uma fórmula que funcione corretamente com todos. Você terá de desenvolver a própria, e aprimorá-la na medida em que vivencia as experiências.

Os erros podem nos deixar medrosos de tentar de novo, tornando-se um desmotivador. Tente observar como ele aconteceu, e crie métodos para corrigi-los e evitar de repeti-los.

Dica extra: Se conheça melhor

O autoconhecimento é um assunto que tem se tornado pauta nos últimos tempos. E não é para menos, pois você se conhecer torna-se consciente de seus comportamentos, e entender o motivo de os fazer.

Será que, o fator que tem lhe deixado desmotivado é por estar fazendo algo que não quer?

E o que te impede de fazer aquilo que mais almeja? Vergonha, medo de repreensão, necessidade de trabalhar em um nicho mais rentável… os motivos são variados.

Tente pensar numa forma de construir um caminho, á longo prazo, para aquilo que deseja. Evite ao máximo se autossabotar, criando justificativas que te deixem preso á esse trabalho tão desgostoso.

Conclusão

A desmotivação é comum em nosso dia a dia, e tudo o que precisamos fazer é parar e analisar o que está funcionando e o que não está. Descartar ideias, estudar novas ferramentas, é algo que todo trabalho pede.

Através dessas dicas de motivação, espero que você se torne capaz de analisar á si próprio e a pensar no que é melhor para si mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados