Peixes o décimo segundo signo do zodíaco

Peixes o décimo segundo signo do zodíaco

O último signo do zodíaco é Peixes! Veremos nesse post um pouco mais sobre a sua personalidade e demais atributos dos piscianos.

Personalidade de peixes

A pessoa de Peixes possui empatia, é muito sensível, receptiva a influências do meio onde se encontra, e capta os pensamentos, sentimentos e o sofrimento dos outros, absorvendo-os até de forma inconsciente. Necessita de concentração para manter a integridade do EU. É passiva, não possui muita força de vontade. Por certo parece que sua energia é sugada causando um sensação de cansaço físico que impede o pisciano de fazer esforços.

Em contrapartida, não é muito combativo. Sua dualidade o torna, às vezes, incapaz de tomar decisões. Muitas vezes não consegue lutar pelo seus direitos por causa de sua bondade natural, caridade, misericórdia, generosidade, compreensão, tolerância, capacidade de perdoar, compaixão e pena dos outros. Por isso não possui muita ambição, tende a deixar as coisas acontecerem sem tomar uma atitude para as controlar.

Há uma tendência a só enxergar o que é mais bonito, tanto nos outros quanto em si. Não gosta da realidade dura. Da mesma forma, há uma dualidade de temperamento que varia do muito otimista ao muito pessimista.

Sem dúvida sua percepção é intuitiva, com tendência a vivenciar fenômenos para-psicológicos, como clarividência, a ser místico, ou a se entregar à mistificação. Possui muita imaginação, sensibilidade geral, sutileza, refinamento, inspiração artística, gosto por música, poesia e artes em geral.

Simbologia de Peixes

O peixe representa o Cristo. As iniciais gregas I.C.H.T.H.U.S. (representando Jesus Cristo, o Filho de Deus, o Salvador) firmavam um acrônimo que significava “peixe”. O símbolo foi adotado devido ao Equinócio Venial estar se aproximando do signo dos peixes, anunciando a era de Peixes. Igualmente, muitos dos discípulos de Jesus eram pescadores que renunciaram ao mundo para segui-lo. Piscianos evoluídos com freqüência renunciam a bens materiais, a fim de alcançar a iluminação espiritual.

Os dois peixes também representam o mundo real e o imaginário. A imaginação pode ser ilusão ou escapismo, como acontece com o uso de substâncias que provocam vícios. Pelo lado positivo, poderão inclinar-se para as artes – música, fotografia, ou realizações teatrais.

Uma vez que Peixes governa os pés, os nativos também exibem sua energia criativa no mundo da dança. Regidos pelo planeta Netuno, os piscianos são freqüentemente envolvidos no campo da cura, no trabalho com os sonhos e em atividades metafísicas.

Fisiologia do pisciano

Fisiologicamente, Peixes rege o sistema linfático. Quando esses nativos retêm suas emoções, o sistema linfático pode ficar congestionado, dando origem a glândulas e nados linfáticos inchados.

Como se tornar um pisciano melhor?

  • Idealizar menos as pessoas e situações;
  • Ser menos distraído;
  • Não procrastinar os afazeres;
  • Aprender que às vezes é preciso dizer não;
  • Não se fazer de vítima.

Fontes

Astrolink

Claudia Lisboa

A astrologia da Mãe-Terra – Marcia Starck

As plantas e os planetas – Ana Bandeira de Carvalho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a autora

Alis Green

Uma bruxa escritora que é viciada em animes. Adora estudar sobre mitologias e história, como também gosta de ler romances regenciais. Quando aprende alguma coisa nova, sempre passa à frente em seus posts.

Leia sobre esses artigos
5 passos para iniciar a Bruxaria Natural Lista de leitura para Bruxinhos Iniciantes Como começar na Bruxaria Natural