Lifestyle Recomendações

Livro é conhecimento

leitura é conhecimento

Olá meus caros leitores!

Ler um livro trará diferentes emoções e sensações para o leitor e para o autor. Essa postagem é voltada para livros de qualquer gênero, seja romance, drama, terror, auto ajuda, etc. Apenas foi uma reflexão que fiz enquanto lia meus livros.

É fato que a leitura nos ajuda e muito. Você aprende palavras novas, exerce sua criatividade, e o principal elemento dessa postagem, se inspira em personagens. Irei falar disso brevemente, sem embasamento teórico. Vai ser uma conversa direta, apenas para refletir.

Uma coisa é fato, o autor sempre irá colocar alguma personalidade dele em algum personagem. Percebo isso quando vejo alguma frase ou dito popular sendo repetido pelos personagens. Quando alguma frase se repete, já percebo que deve pertencer ao dia a dia do autor. Ou, no mínimo, foi uma frase que ele escutou e lhe deu um grande impacto.

Se você for um leitor ávido, e gosta de ler vários livros do mesmo autor, então pode acabar percebendo esse tipo de característica. Talvez um romance que sempre acaba em casamento, possa ser um desejo inconsciente do autor. É apenas algo a se pensar, e notar. Talvez, por estar procurando por esses detalhes, você possa começar a prestar mais atenção em detalhes do seu dia a dia.

O que nos leva ao segundo ponto.

Aqui foi algo que aconteceu comigo, e eu fiquei estarrecida. Ler um livro e se identificar com o personagem. Esse tipo de coisa não deve ocorrer somente comigo, não é mesmo? É impressionante como um personagem poderia ter alguma característica tão similar aquele leitor. Nesse momento você pensa, “não sou estranha, ser assim pode ser comum”. Pelo menos foi o que eu senti.

De qualquer forma, algo positivo pode ser tirado disso. Um personagem do livro passa por uma jornada em que, no final, se tornará sua evolução. Passa a ser mais corajoso, menos resistente ao amor, mais sonhador. Há algo novo no personagem quando se chega ao final do livro. E isso é interessante de ser notado pelo leitor, como que o protagonista fez essa evolução, essa auto descoberta.

Alguns autores fazem isso de forma tão sutil e breve, que o leitor somente notará ao final de grande impacto. Seria como se não existisse um ponto fixo ou um capítulo próprio para mostrar o ponto de partida e o clímax da evolução.

Entretanto, existem aqueles que você nota essa diferença. Pois o autor deixa claro que esse processo é árduo e difícil de lidar. Usam isso justamente para mostrar ao leitor que determinadas escolhas e ocorridos na vida, vão ser intensos e dolorosos. Porém, tudo dá-se um jeito. Basta respirar fundo e observar suas escolhas.

O meu ponto nisso é destacar que podemos nos inspirar naquilo que lemos. Um personagem que busca pelos sonhos, afinal qual método ele usa? Qual a característica predominante nele, que o fez tomar coragem para enfrentar seus problemas? Você analisando o personagem, poderá ganhar inspirações para a sua vida.

Isso não seria errado, afinal recebemos estímulos de tudo quanto é lugar. Ideias vindas de diferentes pontos, chegam a passar desapercebido. Nesse caso, segure as ideias do livro e se permita aprender um pouco mais.
Além de ser um método diferente, estará fazendo algo que gosta e lendo algo do seu interesse. Não precisa ler livros de auto ajuda com palavras complicadas (não estou desmerecendo o gênero), o seu livro de magia de Hogwarts pode ter algo a te ensinar. Basta você, leitor, ter determinação em aprender e se permitir mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados