Bruxaria Caminho da Lua Lifestyle

Despertar da bruxa: como e quando ocorre?

despertar da bruxa

Você tem dúvidas de se é ou não uma bruxa? Deve ter consultado diversos sites procurando mais informações sobre, mas nenhum deles te entregou uma resposta satisfatória? Nesse post irei te ensinar sobre o despertar da bruxa, e como ter a resposta que tanto busca.

Aqui na Lua Natural e no Pinterest recebo muitas perguntas de bruxas iniciantes sobre elas serem ou não bruxas, de fato. Alguns chegam a compartilhar dos sonhos que tiveram na infância, ou tão recentemente, que envolvem os principais temas da bruxaria, como: ervas, aparições de divindades, intuição, etc.

Mas o que as pessoas realmente querem é uma resposta direta e objetiva. Só que aí já mata um processo importante que todo bruxo passa: o despertar da bruxa.

Não entendeu nada? Fique aqui comigo que irei te dar os detalhes.

O que é o despertar da bruxa

Todo mundo é um bruxo. Isso se dá pela ancestralidade, quando puxamos a linhagem de nossas famílias até séculos atrás. Antes mesmo do cristianismo existir, haviam diversas culturas ligadas à natureza das quais o ser humano estava conectado espiritualmente. Sendo assim, não temos como negar essa ligação.

Além de, claro, sermos filhos da própria natureza.

Com o passar dos séculos as bruxas foram desaparecendo, algumas optaram por se esconder devido a Inquisição. Paralelo à isso, a própria humanidade foi mudando e ganhando mais conhecimento à ponto de se achar superior e controlar da própria natureza. O que acaba culminando em uma sociedade cada vez mais afastada dos antigos costumes pagãos.

Fale para alguém que você acredita em duendes e gnomos. Ou então que você faz um ritual mágico para a prosperidade. As pessoas irão te achar um doente mental, por conta do ceticismo, não é mesmo?

Sendo assim, quando uma pessoa se torna consciente de sua conexão com a natureza e deseja fortalecer esse laço seguindo os costumes neopagãos, falamos que a bruxa está despertando.

É como se a bruxa existente em nós estivesse adormecida ao longo dos séculos, geração após geração, esperando o momento certo de acordar.

É um sonho ou um sinal de um despertar?

A maioria das pessoas ficam em dúvida sobre os sonhos que costumam ter e o que eles podem significar. Por conta de falarmos que na bruxaria há sinais que recebemos, é comum que acreditem que todo sonho é um sinal de alguma coisa.

Mas nem sempre.

Apesar de vivenciarmos em uma era tão avançada de conhecimento, não devemos jogar fora o que a própria humanidade construiu. Pelo menos, não tudo. Quando se fala em sonhos, nem sempre estamos nos referindo de algo de fora que vem nos avisar de algo.

Os sonhos são o principal meio de contato com o nosso inconsciente. É lá que interagimos com diversos fragmentos de nosso ser, que nem sempre são possíveis de ver no consciente. Principalmente nossos desejos mais escondidos. Então alguns sonhos terão como possível significado alguma coisa sobre você mesmo, e nem sempre será tão grandioso.

No entanto, há a possibilidade de receber sinais externos, sim.

Por ser um meio do inconsciente, com uma versão do nosso eu menos carregada de bloqueios e armaduras, é muito comum de sonharmos com algum sinal ou provação divina.

Então… é apenas um sonho comum ou é um sinal de um despertar? Qual a resposta? Quem tem de saber é você, pois foi você quem sonhou, e ninguém mais.

Que tipos de sinais eu tenho com o despertar da bruxa?

Os sinais são estímulos que recebemos conscientemente. Não adianta você receber mil e um sinais, e nem reconhecê-los ou apenas ignorá-los. O sinal só se torna importante a partir do momento que você dá um significado para ele, o tornando especial.

A partir do momento que você está pesquisando sobre bruxaria natural e lê que há um despertar da bruxa, é provável que se torne mais sensível em identificar estímulos da sua vida que possam significar um sinal de tal despertar.

Foi o que aconteceu comigo. Compartilharei minha experiência para que você compreenda melhor o que desejo ensinar.

Desde o período escolar eu era fascinada pelo tema de caça às bruxas, adorava ler histórias de fantasia onde havia magia e criaturas mágicas. O principal livro que me conectou com esse mundo mágico foi a trilogia do Círculo de Nora Roberts, onde há menção da Deusa celta da guerra Morrigan.

Mas foi somente após terminar a faculdade, enquanto pesquisa no Pinterest sobre os elementos e os elementais para escrever meu livro é que me deparei com a Wicca. Lia vários posts de blogs, vi vários vídeos e o meu interesse profissional passou a ser pessoal. No pinterest apareciam diversas imagens sobre despertar da bruxa, sobre a Deusa, sobre a Wicca, várias e várias vezes.

Resolvi começar a estudar bruxaria, e na medida em que ia aprendendo a identificação com a filosofia pagã foi me conquistando. Somente então eu me dei conta de que eu já havia recebido diversos sinais de que eu poderia ser uma bruxa, sinais antigos, mas eu é que não estava preparada para despertar.

Eu sou uma bruxa, afinal de contas?

Se você for comentar sua experiência e me perguntar se você é uma bruxa ou não, já te adianto a resposta: por um acaso você se considera uma bruxa? Caso a resposta seja não, então eu lhe questiono outra vez, o que é necessário acontecer para que você se sinta uma bruxa?

Por mais que existam diversas vertentes da bruxaria que são iniciáticas, você não precisa do aval de alguém para ser uma bruxa. O desperta de uma bruxa ocorre justamente no momento em que a pessoa se torna consciente e se identifica com a bruxaria, o resto é uma jornada mágica.

O que a maioria das pessoas buscam é de alguém que pareça ter mais experiência na bruxaria, valide à ela que é, de fato, uma bruxa. Ou seja, seria o pensamento de que só se considerará bruxa se alguém dizer que é.

No entanto, a bruxaria fala mais de uma jornada individual. A forma como a bruxaria impacta a sua vida é diferente da do outro. Sendo assim, como poderia outra pessoa te avaliar sendo que se quer te conhece profundamente? Somente você mesmo pode.

Então podemos dizer que se você está interessado na bruxaria, se identifica com seus preceitos e realmente deseja adotar tal estilo de vida e filosofia, o seu despertar da bruxa já começou.



Conclusão

É muito comum as pessoas terem receio de se tornarem bruxas, principalmente quando se trata de uma crença espiritual. O despertar da bruxa é um processo inicial, o primeiro contato consciente que temos com a própria bruxaria, onde nos identificamos e buscamos por mais.

Para se dizer uma bruxa tudo o que é preciso fazer é se questionar. Deseja ser uma? O que é necessário para ser uma bruxa? Antes de buscar a opinião de outras pessoas, ouça a própria opinião à respeito, afinal de contas quem está nessa jornada mágica é você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados