Dicas de escrita Escrita Naturalizada Produtividade & Marketing

Planilha para organizar ideias para uma história

Faça uso de planilhas para organizar as suas histórias e revisões, deixando para trás a incoerência em seus livros. Baixe a sua planilha agora mesmo!

   Já aconteceu com vocês de ter várias ideias para criar uma história, chegando ao ponto de ficar parado por não saber o que fazer? 
  Pois comigo acontece demais, principalmente quando estou revisando uma história. Surge uma ideia aqui e ali, e ás vezes nem tenho como colocar essas ideias em ação tão logo. Preciso que ela fique ali quietinha, até ficar mais madura e assim ser colocada.

   O post de hoje vai ser sobre isso, como organizar ideias para suas histórias. Lembrando á vocês que é essencial que se tenha calma, se acabar fazendo uma coisa em cima da outra, sua história ficará completamente bagunçada.

   E o que queremos? História coerentes!

Crie uma planilha de revisão

   Essa foi uma das saídas que encontrei para organizar todas as ideias que poderiam ser adicionadas em minhas histórias. Assim eu não esqueço delas.
   Basicamente a planilha contém o número do capítulo em uma coluna, na seguinte a quantidade de palavras que aquele capítulo tem, na coluna C eu irei preencher quando terminar a revisão do capítulo, colocando a quantidade de palavras atualizadas, e assim faço até a quantidade de revisão necessária.
   Em outra coluna, eu coloco “Informações extras”; na outra “o que adicionar e retirar”. 
   Então ele fica mais ou menos assim: Capítulo | Número de palavras |O que adicionar | O que retirar | Número de palavras 1ª Rev |Número de palavras 2ª Rev | Informações extras.
Essa é a planilha que eu usei para o livro “O trono de Eregast”
   Nas informações extras ficará todas as ideias que eu quero analisar mais tarde, e adicionar em minha história. Dependendo do que consigo perceber em minhas revisões, as ideias serão descartadas ou usadas. Caso eu a use, risco a ideia para deixar claro que aquilo já foi inserido no texto.

Usando o Trello como organizador inicial

   Quem me acompanha no instagram já devem ter visto um stories meu falando sobre o uso do trello para organizar os meus livros e controle de plot. Nesse aplicativo, eu crio um cartão da história e crio um check list contendo itens que são necessários durante a primeira revisão ou escrita.
   Nesse caso, procuro itens mais objetivos e claros que não precisem de muita análise. Por exemplo, eu peguei uma fanfiction minha e estou revisando ela para passar ao conteúdo original. Nesse caso, eu criei o cartão com o novo nome do projeto, e no check list adicionei itens que eu já sabia que precisaria rever ou retirar. 
   Ficou algo como, primeiros passos.
  Enquanto eu revisava e seguia o check list do trello, eu ia adicionando as ideias na planilha – como dito no tópico anterior – deixando bem delimitado e separado as etapas que eu queria seguir.
   Depois que a ideia é analisada, e eu percebo que posso colocá-la na história, tiro ela da planilha e crio um novo check list da segunda revisão. 
Check list do projeto “Fuja comigo, querida nerd”
    Basicamente é uma forma de organizar o passo a passo, destacando as partes mais importantes pelos quais devo me atentar na hora da revisão e escrita. 
   Admito que quando faço a planilha, e adiciono as minhas ideias gerais por lá, já se torna uma bagunça haha. 

Criando uma história na planilha

   Para criar uma história, já prefiro fazer uso de planilhas. Isso porque trabalho com visual, tenho que ter os detalhes organizados facilmente. Todas as informações da história, e seus detalhes, se encontram em um só lugar. Isso facilita demais o meu trabalho. 
   Nesse caso, a planilha irá conter a estrutura dos 3 atos, a ficha de todos os personagens, nomes de cidades e objetos (porque as vezes acontece de eu estar escrevendo e precisar nomear um lugar e tal), e a ficha de revisão. 
    Então quando eu vou analisar uma ideia de uma história, eu só vou na aba dos personagens para ver se condiz com o objetivo do protagonista ou dos personagens secundários, vou na estrutura e analiso também. 
Parte da planilha de “O trono de Ereghast” onde crio os personagens
   Não preciso ficar catando informações de vários aplicativos. Posso até rascunhar as ideias e projetos em um papel, mas sempre passo para a planilha. 
   No caso, uso os aplicativos do google mesmo (já que meu computador é Linux, e eu não tenho como baixar office, mas tenho os substitutos), por poder acessar também pelo celular as informações.
   Tudo isso com o intuito de facilitar, veja só!

Organizo as cenas e a ordem em que elas aparecem

    Preciso dizer onde que faço isso? Não né, seria a terceira vez haha. Mas sim, organizo as cenas também. 
   Quando faço a estrutura dos 3 atos, eu já tenho o esqueleto da minha história pronta. O objetivo está delimitado, irei me basear nele para criar a minha história. 
   No caso do “O trono de Ereghast”, eu tive vários arcos dentro do livro, cenas que precisavam ser pré-estabelecidas para evitar a repetição de conteúdo. Sem brincadeira nenhuma, eram cerca de 13 arcos em 20 poucos capítulos. É muita coisa. 
   Assim eu ia escrevendo em qual ato eu estava, a cena que iria compor aquele ato, a explicação da cena com detalhes, o cenário, quantos capítulos eu queria que aquele arco durasse, e uma caixa de seleção para quando eu tivesse escrito a cena em si.
Detalhes externos é como chamei essa parte da planilha
   Desse modo, pude me manter em alerta sobre coerência, deixar as cenas de maior tensão no lugar certo, nem muito cedo e nem muito tarde. 
   E quando vinha uma ideia durante a revisão – ou até mesmo durante a escrita – eu ia até essa planilha e via como ela poderia ser encaixada. Ás vezes era necessário mudar uma cena inteira de um arco, em outros momentos era necessário criar um capítulo á mais para explorar aquela cena. 

Baixe agora sua planilha organizadora

Resolvi criar uma planilha que reúne as maiores informações para você, escritor. Nela poderá criar detalhadamente seus personagens e enredos, e desenvolver os capítulos de suas histórias.

Para criar essa planilha, eu coloquei tópicos que o aplicativo Evernote disponibiliza, e também alguns aspectos que o autor Bruno Crispim fala em seus livros. Também coloquei nele uma tabela de revisão para você ter o controle do número de palavras de cada capítulo.

Inclusive, futuramente farei uma postagem sobre o uso de Evernote, com mais detalhes haha.

Essa planilha que irei disponibilizar á vocês se encontra no google drive, tudo o que precisa fazer é baixá-lo em seu computador ou adicioná-lo em seu drive para editá-lo.

Para acessá-lo, clique aqui.

Conclusão

   Puderam notar como gosto de organizar coisas, não é? Para reunir detalhes da história, cenas, criar personagens, a estrutura da história eu prefiro usar planilhas. Ele me permite a visão geral de todo o contexto, sem ter que juntar papéis para analisar um projeto.
   Quando está concreto todas as cenas que quero adicionar, os detalhes do enredo, e os pontos principais pelos quais devo me atentar na hora de revisar, faço uso do Trello. 
   Também uso o Trello para ver os status dos projetos, tenho uma coluna para projetos que estão parados, escrevendo, descansando, revisando e já publicados. Além de também ter uma coluna com nome de projetos que já quero trabalhar. 
  Contudo, tenho a planilha com a lista de plots, sim! Haha estou me vendo como a louca das planilhas. Mas lá eu coloco os detalhes do plot, e quando ele se torna um projeto mais concreto, vai para o trello.
   E ambos me permitem ver os arquivos no celular e no computador. Salve a tecnologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Recomendados