Tudo o que você precisa saber sobre a timidez

Você sabe quando uma pessoa é tímida ou apenas introvertida? Nesse post iremos entender melhor a timidez e como ela atua em nosso dia a dia.

“Queria não enrubescer, queria não ter as mãos úmidas, queria que sua voz não se tornasse um balbucio, mas, acima de tudo, queria não perceber tudo isso.”

Você já se sentiu tímido diante de uma situação? Estar em um lugar diferente com pessoas estranhas pode causar um certo constrangimento. Contudo, algumas pessoas lidam com uma timidez tão intensa, que situações sociais são insuportáveis á ponto da pessoa se isolar.

Por mais que o assunto pareça ser tão banal, é interessante que compreendamos sobre o que se trata a timidez, e como devemos lidar com ela. Isso não apenas para que se torne patológica, mas também para que se possa viver a vida sem preocupação.

Pegue sua caneta e o papel, e vamos estudar brevemente!

O que é a timidez

A timidez é uma condição normal do ser humano. O principal problema da pessoa tímida é ter a forte sensação de medo que não pode ser simplesmente ignorado. A pessoa se sente envergonhada em ter consciência de ser tímida.

“Não se pode dizer que uma pessoa tímida é pouco sociável.
Ela tem vontade de se socializar, mas acaba evitando o contato, pois se vêm inseguras com pouca habilidade
em estabelecer esta ligação” (CAMPOS, 2006).

O que causa

Na infância, se a relação da criança com seus familiares não lhe dão o sentimento de serem amadas, aceitas e protegidos, é provável que, futuramente, as características da timidez se desenvolvam.

A timidez se encontra também em pessoas que passaram pela experiência de conviver com figuras autoritárias (pais, professores, etc.).

Um exemplo disso: uma criança que costumava gritar para chamar a atenção de um dos pais, que estava conversando com algum tio. O pai/mãe, passa então a falar de forma mais séria e autoritário para que o filho não fizesse aquilo, pois seria falta de educação. a criança se sente envergonhada com a situação e quando cresce, prefere não chamar a atenção de alguém sobre si durante uma conversa (sendo que isso pode ocorrer inconscientemente).

Características comuns

Na infância, algumas características de timidez envolvem:

  • Medo de rejeição;
  • Insegurança;
  • Cobrança excessiva (algum adulto cobrar demais algo da criança);
  • Frieza;
  • Angustia.

Para os mais velhos envolvem comportamentos:

  • Retraídos;
  • Medo de se expor ao social;
  • Comportamento inibido
  • Sensibilidade a criticas;
  • Acreditar que são alvos de avaliações negativas (que o outro esta pensando mal de si).

Outra característica dos tímidos é a interação com o sexo oposto. Algumas pessoas se sentem acuadas em conversar com alguém do sexo oposto.

Além da pessoa perceber que esta sendo observado pelo outro, vem em seguida demais perigos, como ser malvisto e deixar de ser estimado por aquela pessoa(perder o afeto dela).

A timidez é muito associada ao narcisismo. Neste, encontramos uma pessoa que se torna o centro do mundo, aquele que deseja a atenção sobre si mesmo. De certa forma, a pessoa tímida tem um traço do narcisista.

Exemplo: Uma estudante resolve usar uma camiseta um pouco mais transparente, o que raramente o faz em publico já por temer que os outros vejam a cor do sutiã. Porém ao usar a blusa pra ir a aula, ela entra no ônibus e tem a sensação de que todos estão prestando atenção naquela blusa, e consequentemente, no seu sutiã. Porém, nenhuma pessoa dentro do ônibus se quer olha para ela e se quer sabem sobre sua blusa.

Como tratar

Para poder lidar com a timidez o ideal é escolher a atividade que deseja realizar, e persistir nela. Pode ser que nas primeiras vezes prefira ficar quieto e tentar não ser notado. Porém, aos poucos a atividade se torna mais confiável, e assim passa a se soltar gradativamente.

Se obrigar á participar pode aumentar ainda mais a sensação de ser mal julgado. Por isso, leve o tempo que for necessário para cumprir com os objetivos. Caso seja de ajuda, observe como que as pessoas interagem entre si, e tente fazer o mesmo. É claro, levando-se em consideração o seu próprio limite.

Fontes

Livro: a Timidez – Giovanna Axia
artigo: Timidez e motivaçao em indivíduos praticantes de dança de salão – Everton abreu e demais autores.
artigo: Embaraço, humilhaçao e transparência psíquica – Julia Verztman

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sobre a autora

Alis Green

Uma bruxa escritora que é viciada em animes. Adora estudar sobre mitologias e história, como também gosta de ler romances regenciais. Quando aprende alguma coisa nova, sempre passa à frente em seus posts.

Leia sobre esses artigos
5 passos para iniciar a Bruxaria Natural Lista de leitura para Bruxinhos Iniciantes Como começar na Bruxaria Natural