Uso do Crase

  Sempre devemos estar atentos á algumas regras de gramática. Principalmente nós escritores. Temos que aprender e ficar sempre de olho para manter tudo coerente e correto. Apesar que as vezes passam. 
Então vamos aprender o uso do crase. 
O crase sempre será usado em:
• o termo antecedente exigir a preposição a;
• O termo consequente aceite o artigo a.
 
Para saber se uma palavra aceita ou não o artigo:
• Se pudermos empregar a combinação da antes da palavra, é sinal de que aceita o artigo;
• Se pudermos empregar apenas a preposição de, é sinal de que não aceita.
 
Nunca ocorre crase:
• Antes do masculino: “Caminhava a passo lento”.
• Antes de verbo: “estou disposto a falar“.
• Antes de pronome: “eu falei a ela“.
• Antes de pronome.de tratamento: “dirijo-me a vossa senhorita“.
Apenas os seguintes pronomes aceitam: Senhora, senhorita e dona. 
Haverá crase antes de pronomes que aceitem o artigo: mesma, própria.
• Com expressões formadas palavras repetidas: “dia a dia”.
• Antes do nomes de cidades, a não ser que seja determinado por algum adjunto adnominal.
• Quando um a (sem ser no plural) vem antes de um plural. Se o a for no plural, usa-se o crase.
 
Sempre haverá crase.
• Indicação pontual do número de horas.
• Com a expressão à maneira de.
• Nas expressões adverbiais femininos (são aquelas que se referem a verbos, exprimindo circunstância de tempo, de lugar, de modo).
• Uso facultativo do crase antes de nomes próprios de pessoas feminina e antes de pronomes possessivos femininos, pode ou não ocorrer o seu uso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Leia sobre esses artigos
5 passos para iniciar a Bruxaria Natural Lista de leitura para Bruxinhos Iniciantes Como começar na Bruxaria Natural